O suicídio da ditadura venezuelana

O suicídio da ditadura venezuelana

O suicídio da ditadura venezuelana

No dia 01 de abril de 2017, O Globo torna público o que todos já sabiam: a Venezuela vive uma ditadura comunista. Sucessor “democrático” de Hugo Chavez, o ex militante da Liga Socialista da Venezuela, Nicolás Maduro, consegue, de certa forma, perpetuar o socialismo no comando de mais um país latino americano.

Não sendo suficientes as provas históricas de que o socialismo não funciona, a mídia mundial precisa ver o povo venezuelano passar fome, ver sua moeda ser desvalorizada e, literalmente, viver ‘enfezado’ pela falta de papel higiênico.

Não sendo muito diferente do Brasil, o atual ditador do regime bolivariano inaugurado por Chavez, governou o país com cetro de ferro, governando por decreto, ao passo que as leis aprovadas no Legislativo foram bloqueadas pelo Supremo, que mantém uma postura de gratidão servil ao Executivo, violando a Constituição. Acredito eu, sinceramente, que isso só não aconteceu no Brasil – por enquanto, porque o gigante acordou, mas se atrapalhou com as próprias pernas, caiu e agora dorme como se não houvesse mais nada com o que se preocupar. Não preciso falar nada sobre o Foro de São Paulo, deixo que os universitários tirem suas próprias conclusões.

Em meio a desgraça, a miséria e o sofrimento, diante do silêncio que impuseram à Leopoldo Lopez, surge um herói nacional, disposto a dar sua vida pela liberdade de seu povo e de seus país: Oscar Pérez. Pérez, piloto de unidade de elite das forças de segurança venezuelanas, se tornou conhecido do público no ano passado, quando comandou uma rebelião contra o governo de Nicolás Maduro. Causa-me estranhamento ver que é melhor já ir se preparando para alguém com características semelhantes surgir aqui no Brasil.

Como todo socialista, Maduro não sabe agir sob pressão. Até porque não é muito comum um opositor do governo ser um grande líder, defensor de causa, roubar um helicóptero e atirar contra os prédios do desgoverno.

Neste luta entre povo e governo, Pérez, de fato, tornou-se um verdadeiro herói. Líder de ‘revolução’, comandou um grupo de bons homens para lutar pela liberdade de seu país. Enfrentou com louvor os soldadinhos de chumbo do governo, roubou armas, fez a ditadura tremer e temer diante dum homem, consequentemente tornou-se um foragido, procurado; colocaram sua cabeça a prêmio.

De alguma forma o governo o encontrou e, numa tentativa frustrada de negociação pelo bem de mulheres e crianças que estavam com a equipe de guerreiros, foi morto covardemente pelos lacaios bolivarianos, você pode ver como tudo aconteceu aqui.

Parafraseando Tertuliano, podemos dizer, politicamente, que o sangue dos mártires é semente de novos heróis. Eis aí o suicídio da ditadura venezuelana, não bastando a fome, a dor e o sofrimento de serem escravos de um governo egoísta, agora eles tem um mártir. E, que o exemplo de Oscar Pérez seja o fermento necessário para que o povo venezuelano cresça, esteja robusto e lute com as armas que forem necessárias pela sua liberdade.

Viva Cristo Rei!

Deslize para ver mais...

Veja Também:

LEIA ONLINE: CATECISMO ESSENCIAL | Leitura obrigatória a todos os Católicos
LEIA ONLINE: CATECISMO ESSENCIAL | Leitura obrigatória a todos os Católicos

Catecismo Essencial Aguarde até o carregamento da página ser concluído completamente, pode demorar um pouco, ou então, clique aqui para baixar a versão em PDF (Clique com o botão direito do mouse, e escolha a opção “Salvar Como…” ou “salvar link como…”) É possível melhorar a navegação clicando sobre a imagem e, caso necessário, também é

Família, a pedra no sapato do marxismo
Família, a pedra no sapato do marxismo

Texto de Ricardo Roveran Quem acredita que o comunismo acabou com a queda do Muro de Berlim, precisa se atualizar, o que afinal estará então ocorrendo na Coreia do Norte e Cuba?! O comunismo não acontece do dia para a noite, como um passe de mágica em uma varinha de condão, há um processo de passagem

A BANALIZAÇÃO DA SAGRADA COMUNHÃO
A BANALIZAÇÃO DA SAGRADA COMUNHÃO

  A MUDANÇA DA PRÁXIS RELATIVA À RECEPÇÃO DA SAGRADA COMUNHÃO Por Padre José Eduardo Até o século XIX, os critérios para comungar eram doutrinalmente tão exigentes que, na prática, poucas pessoas comungavam. Considerava-se que, para além de uma preparação que eu chamaria de negativa — o fiel não deveria ter consciência de nenhum pecado

Qual idade e disposições ensinadas pela Igreja para que as crianças recebam os Sacramentos da Confissão e da Comunhão?
Qual idade e disposições ensinadas pela Igreja para que as crianças recebam os Sacramentos da Confissão e da Comunhão?

Gostaria de lembrar a doutrina da Igreja acerca da primeira comunhão das crianças feita na idade em que elas começam a ter o uso da razão, quer dizer, em torno dos sete anos. Relembrarei simplesmente as palavras de São Pio X em seu decreto Quam Singulari de 1910 – recomendo a todos que o leiam – em que

[Sábado Santo] Que está acontecendo hoje? – A descida do Senhor à mansão dos mortos
[Sábado Santo] Que está acontecendo hoje? – A descida do Senhor à mansão dos mortos

De uma antiga Homilia no grande Sábado Santo (Séc. IV) A descida do Senhor à mansão dos mortos   Que está acontecendo hoje? Um grande silêncio reina sobre a terra. Um grande silêncio e uma grande solidão. Um grande silêncio, porque o Rei está dormindo; a terra estremeceu e ficou silenciosa, porque o Deus feito

AS OBRIGAÇÕES E DIREITOS DOS LEIGOS
AS OBRIGAÇÕES E DIREITOS DOS LEIGOS

No Título II o CIC dispõe sobre as obrigações e direitos de todos os fiéis leigos. Seguem alguns dos deveres e direitos de todos os fiéis, extraídos do Caderno de Direito Canônico, escrito por D. Lelis Lara, C.SsR: – O dever de guardar a comunhão eclesial (cân. 209, §1); – O dever de cumprir os

A Intercessão da Virgem Maria é necessária para nossa Salvação.
A Intercessão da Virgem Maria é necessária para nossa Salvação.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); A Santíssima Virgem é co-redentora da Humanidade, e por isso é necessária a intercessão dela para a salvação de sua alma. A intercessão de Maria Santíssima é necessária para a nossa Salvação. Por quê? Veja aqui: Uma sentença de São Bernardo diz: Cooperam para nossa ruína um homem e uma mulher. Convinha, pois, que outro homem e outra mulher cooperassem para a nossa reparação. E estes foram Jesus e Maria, sua Mãe. Não há dúvida, diz o Santo, Jesus Cristo, só, foi suficientíssimo para remir-nos. Mas conveniente era, entretanto, que para nossa reparação servissem ambos os sexos, assim como haviam cooperado ambos para a nossa ruína.

NULIDADE MATRIMONIAL
NULIDADE MATRIMONIAL

A Igreja não anula uniões sacramentais validamente contraídas e consumadas, mas pode, após processo detalhado, reconhecer que nunca houve casamento, mesmo nos casos em que todos o tinham como válido. Mas isso, só quem pode decidir é a Santa Igreja, não a consciência de qualquer um, isso, jamais. Sobre O CONCEITO DE MATRIMÔNIO SACRAMENTAL, nos

Quando se peca gravemente contra os pais?
Quando se peca gravemente contra os pais?

No que diz respeito aos mandamentos do decálogo, muito se questiona a respeito dos pecados graves contra os pais. Isto porque muitos padres, infelizmente, descuidam de ensinar corretamente a moral católica desde os princípios mais básicos, tornando a fé católica um rigorismo cego ou um laxismo despreocupado. Dito isto, pretendemos com Santo Afonso Maria de

O PROTESTANTISMO NEGA TANTO A TRADIÇÃO,QUANTO O MAGISTÉRIO LEGITIMAMENTE INSTITUÍDO POR JESUS CRISTO.
O PROTESTANTISMO NEGA TANTO A TRADIÇÃO,QUANTO O MAGISTÉRIO LEGITIMAMENTE INSTITUÍDO POR JESUS CRISTO.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); A única regra válida imperante no protestantismo se determina na Sola Scriptura (ou seja somente a Bíblia e nada mais do que ela é regra de fé e de moral) interpretada livremente por qualquer pessoa (método do livre exame). Eis Martinho Lutero a dize-lo sem rodeios :”a todos os cristãos e a cada um em particular pertence conhecer e julgar a doutrina. Anátema a quem lhe tocar um fio deste direito” (Conforme D. M. Luthers, Werke, Kritische Gesamtausgabe. Weimar, X. 2 Abt., p. 217, 1883 ss). Como se dissesse a cada um de seus seguidores: Eia pois, valoroso cristão! Tu és mestre de ti mesmo. Despreza tudo o que os primeiros cristãos, os Bispos e os Concílios definiram como verdade. Toma tu a bíblia, senta em tua saleta e defina tu mesmo o teu cristianismo!